quarta-feira, 26 de abril de 2017

CCJ aprova novo relatório sobre fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Proposta já havia sido aprovada pela comissão do Senado, mas precisou passar por nova análise. Pela nova regra, presidentes de poderes mantêm foro mesmo em caso de crime comum.

Por Gustavo Garcia, G1, Brasília

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (26) um novo relatório sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que põe fim ao foro privilegiado de políticos e autoridades nos casos em que cometerem crimes comuns, como roubo e corrupção.

A CCJ já havia aprovado um relatório favorável à proposta, mas precisou analisar o tema novamente porque foram apresentadas sugestões de modificações ao texto. Por isso, o relator, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) apresentou um novo parecer, aprovado nesta quarta.

No novo parecer, Randolfe Rodrigues acolheu emenda do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) que preserva o foro privilegiado somente para os presidentes da República, do Senado, da Câmara e do Supremo Tribunal Federal.

Agora, o texto, de autoria do senador Álvaro Dias (PV-PR), precisa passar pela análise do plenário principal do Senado em dois turnos de votação. Se aprovado, seguirá para análise da Câmara, que também fará duas votações sobre o tema.

Pela lei que vigora atualmente, políticos como o presidente da República, senadores, deputados federais e ministros têm direito a ser investigados e julgados apenas na esfera do Supremo Tribunal Federal (STF). No caso dos governadores, o foro é o Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na proposta aprovada, as autoridades deverão ser julgadas pelas primeiras instâncias no estado onde o eventual crime houver ocorrido, e não mais em tribunais superiores.

O novo relatório sobre a PEC do fim do foro privilegiado foi votado pela CCJ na sequência da aprovação do projeto de abuso de autoridade. Vários senadores pediram a palavra para dizer que como a comissão estava votando o projeto de abuso deveria analisar também o tema do fim do foro.

Nesta quarta, o relator da proposta, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acatou uma emenda (sugestão de alteração) do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que mantém a prerrogativa de foro em crimes comuns para os presidentes dos poderes Legislativo, Judiciário e Executivo.

Ao apresentar a emenda, Ferraço argumentou que deixar os presidentes da República, da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal (STF) pode provocar uma pulverização de ações contra essas autoridades.

"Basta que se imagine quantas ações poderão ser abertas, mesmo sem base legal, contra um Presidente da República, em cada canto do Brasil, obrigando-o a se defender em uma verdadeira multidão de ações judiciais", argumentou Ferraço.

Após o término da sessão, Randolfe explicou que, com a aprovação da lei, o político que, por conta do foro privilegiado, estiver sendo processado no STF, terá o caso remetido para as instâncias inferiores. Ele disse que a regra valerá, caso o projeto vire lei, para os políticos investigados pela Lava Jato no STF.

"Cai o foro privilegiado e o processo cai para o juiz e para o promotor da primeira instância. Todos que estão com foro no STF e estão respondendo processo, recai para a instância judicial respectiva, que é o juiz federal da primeira instância. De for acusação no âmbito da Operação Lava Jato, para a vara federal de Curitiba ou a vara que estiver fazendo a investigação. Vale para todos os processos em andamento", disse o senador.

Randolfe concluiu que, nos casos de crimes de responsabilidade cometido pelos chefes de poderes, caberá ao Congresso Nacional, como prevê a Constituição, julgar os processos.

Cruzeiro do Sul/Vale do Juruá: Estado concederá Ordem da Estrela do Acre à Congregação dos Espiritanos

Lúcia do Vale 
Agência AC


O governador visitou a Casa dos Espiritanos no sábado, 22 (Foto: Onofre Brito)

O governador Tião Viana, acompanhado de sua assessoria, participou, na tarde de sábado, 22, de um encontro na Casa dos Espiritanos, com o padre Heriberto Doutiel e outros religiosos da congregação, que em 2017 comemora cem anos da chegada ao Vale do Juruá.

Durante o evento, o governador anunciou que a instituição receberá a maior honraria do Estado, a Ordem da Estrela do Acre, em homenagem ao centenário e a seus membros, pelos relevantes serviços prestados à comunidade.

O padre Inácio Sangueve, porta-voz da congregação, destacou que “é um ato de graça receber gente que vem nos saudar e estar conosco nestes dias de ação de graças pelo centenário”.


Padre Heriberto: “Missão impossível” (Foto: Onofre Brito)

Já o padre Heriberto Doutiel apresentou ao governador o livro Missão Impossível: “O livro conta a história desde quando a Casa começou, com três ou quatro padres”.

Para o governador Tião Viana, os Espiritanos fizeram um grande trabalho de pacificação e impediram a instalação das companhias exploradoras na região. “Essa condecoração é um reconhecimento pelos relevantes serviços humanitários, evangelizadores e de defesa da natureza realizados pelo povo alemão, além do ensino da virtuosa cultura de trabalho, do uso da madeira, da arquitetura e da organização comunitária, que é de muita importância para todos”, destacou.

Tarauacá: Câmara de Vereadores homenageia União do Vegetal com uma moção de aplausos

                                                         foto: Thamires Soares/assessoria 

O Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, Núcleo Senhora das Águas, foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Tarauacá com uma moção de aplausos. A homenagem é de autoria do vereador Carlos Tadeu ( PCdoB), presidente do parlamento.

O núcleo Senhora das Águas está inteirando nesta quarta-feira, 26/04, 25 anos de fundação do centro na cidade, cuja fundação foi no ano de 1992. No município de Tarauacá há dois centros espíritas beneficente da UDV: N. Senhora das Águas e o N. Água da Vida. O segundo foi desmembrado do primeiro. O Núcleo Senhora das Águas têm 162 sócios, e 65 não-sócios.

A moção de aplausos foi entregue ao presidente do Centro Espírita, mestre Emerson Espanhol. O dirigente destacou que a homenagem da Câmara é fundamental para a UDV, " pois demonstra o reconhecimento das autoridades pelo trabalho da Instituição no município, não apenas no sentido religioso, no entanto, como parte integrante da sociedade tarauacaense."

O vereador Carlos Tadeu, presidente da Câmara, enfatizou o trabalho da UDV no município. " A União do Vegetal​ tem promovido relevantes trabalhos em prol da paz e da harmonia das pessoas, por isso, faz jus a esta moção de aplausos."

O Centro Espírita Beneficente União do Vegetal é uma religião de fundamentação cristã e reencarnacionista que usa em seu ritual o Chá Hoasca (também conhecido como ayahuasca), preparado a partir de duas plantas amazônicas, o cipó Mariri (Banisteriopsis caapi), e as folhas do arbusto Chacrona (Psicotria viridis). Na União do Vegetal (UDV), o Chá Hoasca é também chamado de Vegetal e seus discípulos o bebem, durante as sessões, para efeito de concentração mental.

A UDV tem por objetivo contribuir para o desenvolvimento espiritual do ser humano, para o aprimoramento de suas qualidades intelectuais e de suas virtudes morais, sem distinção de raça, sexo, credo, condição social ou nacionalidade.

Em 22 de julho de 1961, em plena Floresta Amazônica, José Gabriel da Costa – o Mestre Gabriel, criou a União do Vegetal com o objetivo de “fazer uma paz no mundo”, conforme ele próprio falou aos seus discípulos. Naquela oportunidade, Mestre Gabriel tinha a companhia de sua esposa, Raimunda Ferreira da Costa (Mestre Pequenina), filhos e alguns seringueiros.

Em janeiro de 1965, Mestre Gabriel e família mudaram-se para Porto Velho (RO), onde iniciou a organização da UDV, primeiramente como Associação Beneficente União do Vegetal e posteriormente, em 1970, como Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, CEBUDV.

Foi em Porto Velho que a UDV se desenvolveu e Mestre Gabriel instituiu o Quadro de Mestres e o Corpo do Conselho da União do Vegetal. Após o seu desencarnamento, em 1971, estes Mestres da Origem, fundadores do CEBUDV, deram continuidade ao trabalho, expandindo a UDV com a instalação de núcleos em muitas cidades do Brasil e do Exterior.

Por Leandro Matthaus
Leandro23333@gmail.com
Blog Tarauacá Agora

Para mais informações: Blog da UDV

terça-feira, 25 de abril de 2017

Mutirão de cirurgias em Tarauacá devolve qualidade de vida a pacientes

Álefe Souza 
Agência de Notícias AC


No último fim de semana (20 a 23 de abril), 32 pacientes do Hospital Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá, passaram por cirurgias de hérnia, vesícula, lipoma e histerectomia. Os mutirões cirúrgicos, que vêm sendo realizados uma vez ao mês no hospital desde 2015, já beneficiaram cerca de 400 pacientes somente no ano passado.

“Durante esses quatro dias, além dos pacientes de Tarauacá, recebemos pacientes do Jordão e de Feijó e também um que mora no último seringal do Rio Murú e que há 15 anos sofria com uma hérnia, por não ter como vir ao município. Isso é muito gratificante”, comemorou a gerente-geral do hospital, Anísia Aragão.

Mais de 30 pacientes passaram por cirurgias de hérnia e vesícula, entre outros procedimentos (Foto cedida)

Cirurgias desse tipo eram feitas somente em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, ou quando a equipe do Hospital das Clínicas (HC) da capital promovia mutirões de cirurgia na unidade de saúde em Tarauacá.

Os pacientes da região que necessitavam desse tipo de atendimento eram encaminhados via Tratamento Fora de Domicílio (TFD) até Rio Branco. Com a contratação de mais dois médicos, os procedimentos cirúrgicos passaram a ser realizados no próprio município.

“Sabemos que quando o paciente consegue fazer uma cirurgia na sua cidade, próximo aos seus familiares, a recuperação acontece com mais qualidade. O nosso papel é fazer com que cada vez mais as unidades de saúde do interior tenham condições de fazer esses procedimentos”, afirma Gemil de Abreu Júnior, secretário de Estado de Saúde.

Jorge Viana visita Fundação Garibaldi Brasil e discute desafios para cultura em Rio Branco

Senador conversou com dirigentes e equipe da fundação de cultura do município e se colocou à disposição para ajudar

O senador Jorge Viana (PT-AC) visitou nesta segunda-feira (21) a Fundação Garibaldi Brasil. O parlamentar foi recebido pelo presidente da fundação de cultura do município, Sérgio de Carvalho, e equipe. Jorge Viana falou e, principalmente, ouviu bastante sobre o momento da cultura na capital do Acre e os principais desafios postos diante da nova gestão.

“Eu fiz questão de vir aqui na Garibaldi Brasil e ainda vou na Fundação Elias Mansour, do estado, pois acho que todas as grandes transformações partem da educação e da cultura. Tem que ser dado à cultura a importância que ela tem. Para mim, é uma área vital”, declarou. “Trouxe minha experiência como ex-prefeito de Rio Branco e ex-governador do Acre, mas também vim aqui para ouvir as pessoas. Ninguém faz nada sozinho, por isso é importante compartilhar as ideias”.

Para o presidente da FGB, a visita do senador acrescenta muito no trabalho que está sendo desenvolvido: “O senador é uma referência como gestor. No período em que ele foi prefeito e governador, construímos grandes políticas culturais. Sua vinda aqui mostra o seu compromisso e nos ajuda muito, principalmente pela experiência que ele tem e que dividiu conosco durante esse encontro”.

O encontro do senador Jorge Viana e a equipe que cuida da cultura em Rio Branco teve dois momentos. Primeiro, ele foi recebido por todos os funcionários num bate-papo descontraído. Logo em seguida, foi feita uma apresentação sobre a estrutura e os principais desafios que estão sendo enfrentados nessa área.

“Acho muito importante conhecer a realidade e os problemas. Foi isso que vim fazer aqui. Sei que as condições não são ideais e que o movimento cultural tem sofrido, assim como todos nós, com essa grave crise econômica. Mas, são em momentos como esse que temos que oferecer o que temos de melhor e não o que temos de pior. Se está difícil, imagina sem união. Como disse aqui nesse encontro: podem contar comigo, sou da equipe e farei o possível para ajudar. Sei do esforço do prefeito Marcus Alexandre, do governador Tião Viana e tenho certeza que a união do movimento cultural com o poder público é a única saída para superarmos o momento delicado”, declarou o senador.

Assessoria

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Tarauacá: Mais de um século de emancipação política


Hora cívica 24/04/2027

Por Leandro Matthaus
Fotos: Jardy Lopes

Viva os 104 de emancipação política da bela Tarauacá! Uns chamam rio das tronqueiras, outros chamam de princesinha do Acre. Chamamos ainda de a terra do abacaxi grande e da mulher bonita.


Criada no auge da exploração da borracha na confluência dos rios Tarauacá e Muru há mais de um século. O município foi obteve a "liberdade" política administrativa primeiro que o Estado do Acre.

É importante lembrar que autonomia não significa os eleitores terem direitos a escolherem seus representantes.

Povoamento

É difícil precisar quando a região de Tarauacá começou a ser povoada. Sabe-se que em 1850, o Padre Constantino Tastevin, no seu livro Le Fleuve Juruá, refere-se a um amigo português que subiu frequentes vezes o Juruá até Marari, e até mesmo ao rio Tarauacá, para troca de produtos europeus com os índios, que cambiavam produtos nativos da região. Mas um dos primeiros a percorrer a região foi João da Cunha Correia, este já em 1854 havia divisado as águas do “rio das tronqueiras”.

A Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (IBGE 1957 e 1960) por sua vez ressalta que a exploração das terras marginais do “Tarauacá”, intensificou-se a partir de 1877, com a emigração de nordestinos. Em 1899, um grupo de imigrantes chega à confluência do rio Muru com o Tarauacá, fundando aí, o seringal “Foz do Muru”, que em breve cresceu de importância, pois era aí o ponto de partida para as explorações dos altos rios. O marco inicial, porém, da verdadeira história da desbravação da região, a se ter notícia positiva, data do ano de 1890, quando um grupo de desbravadores penetrou nos rio Muru e Tarauacá, na exploração de demarcação de longas faixas de terras, e formaram os primeiros seringais.

Histórico

Tarauacá, enquanto vila, foi inaugurada pelo Dr. João Virgulino de Alencar, em 01 de janeiro de 1907, edificada inicialmente numa área medindo 500 x 400 metros, doada pela firma J.V. de Meneses e Filho, sendo ofertante os sócios José Vitorino de Meneses e Juvêncio Vitorino de Meneses, este proprietário do seringal Novo Destino, rio Tarauacá, falecido em Belém do Pará em 16 de março de 1914. Em 1904, com a primeira divisão territorial-administrativa dada ao Acre, Tarauacá passa a figurar no Departamento do Alto Juruá, sendo desmembrada deste Departamento em 1912, quando passa a constituir a sede do Departamento do Tarauacá, instalado em 19 de abril de 1913, data que deu origem as outras na qual teve início a vida do município. A prefeitura do Departamento foi instalada pelo coronel Antônio Antunes de Alencar, que se tornou o primeiro prefeito deste Departamento, permanecendo no cargo até 27 de julho de 1914.

Tarauacá foi criado em 24 de Abril de 1913 pelo então Dr. Sansão Gomes de Sousa com o nome de Seabra, em homenagem ao Ministro da Justiça do Brasil José Joaquim Seabra. Nesse ano, Seabra contava com uma população de 813 habitantes, sendo 523 homens e 290 mulheres, destes apenas 34 eram naturais do Território. Sansão Gomes faleceu em Belém do Pará, em 14 abril de 1931. O sistema de intendência no Brasil perdurou até 1930, quando mudou-se a designação de intendente para prefeito, como permanece até hoje. Fora então Sansão Gomes o primeiro prefeito de Tarauacá.

Informações históricas
Isaac Melo , Blog Alma Acreana

Quem não votou nas últimas eleições deve regularizar situação

Até o dia 2 de maio, o eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições ou não pagou as multas correspondentes deve regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral. Após esse prazo, essas pessoas correm o risco de ter o título cancelado, lembrando que a legislação considera cada turno de votação um pleito diferente para efeito de cancelamento.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o país, mais de 1,8 milhão de eleitores estão com seus títulos irregulares por ausência nas três últimas eleições. Em São Paulo (SP), esse número chega a 118.837 eleitores; no Rio de Janeiro (RJ) o total é de 119.734; em Belo Horizonte (MG) são 26.570; em Salvador (BA) esse número é de 31.263; e em Porto Alegre (RS), 18.782.

O cancelamento automático dos títulos de eleitores ocorrerá entre 17 a 19 de maio de 2017.

Os eleitores com voto facultativo (analfabetos, eleitores de 16 a 18 anos incompletos e maiores de 70 anos) ou com deficiência previamente informada à Justiça Eleitoral não necessitam comparecer ao cartório para regularizar a sua situação.

Para fazer a regularização, no cartório eleitoral, o eleitor deverá apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência e, se possuir, título eleitoral e os comprovantes de votação, de justificativa ou de quitação de multa.

O cidadão pode consultar sua situação perante a Justiça Eleitoral nos cartórios eleitorais, no site do TSE ou no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado. Pode ainda ir ao cartório eleitoral e solicitar essa informação.

Agência Brasil

domingo, 23 de abril de 2017

DESEJO O BOM, O MELHOR, O JUSTO! Por Chagas Batista

Reprodução do texto escrito pelo ex-vice-prefeito de Tarauacá, Chagas Batista ( PCdoB), na sua página pessoal no Facebook.


FELIZ ANIVERSÁRIO TARAUACÁ!

Nossa admirável e distinta menina que chamamos de Tarauacá, completa amanhã dia 24 de abril, 104 anos de existência.

Eu que convivo com ela há mais de meio século, sei muito bem suas virtudes e defeitos. Tambem conheço suas alegrias e angústias.

Durante toda minha vida, nunca quis me afastar dela. Vivi as várias fases do seu crescimento e formação de consciência cidadã nos últimos 50 anos.

Além de ter lutado nesse período pela dignidade para si e seus filhos, tive a felicidade de ajudar organizar sua festa debutante, seu CENTENÁRIO.

Nos últimos quatros anos (2013/2016). Estive exclusivamente dedicado a cuidar da sua saúde, sua imagem, sua integridade física, moral e humana.


Amanhã 24 de abril, por ocasião do seu aniversário, quero manifestar meu amor e meu desejo de que o bom, melhor e justo sejam sinônimos do seu nome.


FELIZ ANIVERSÁRIO, TARAUACÁ!
SOU MAIS FELIZ CONTIGO! ( Sic).


Chagas Batista
É ex- vereador por três mandatos, ex-vice-prefeito e presidente do municipal do PCdoB.

Tarauacá: Filho do vice-prefeito critica gestão Avança Tarauacá



Alguns dias atrás escrevi aqui nesta humilde página, cujo leitor sou eu mesmo, que a gestão de Marilete Vitorino ( PSD) e Chico Batista ( PP) está a mais de cem dias no poder sem avançar, contrariando o slogan da gestão: Avança Tarauacá. 

Desta vez a crítica partiu de dentro da própria casa, em outras palavras de dentro da família do vice-prefeito. Erick Souza, filho de Chico Batista, não poupou críticas a gestão de Marilete e de seu genitor. Além de filho do gestor, sua mulher tem um cargo na gestão, sendo lotada no gabinete do pai. 

As críticas podem ser o prenúncio do rompimento da prefeita com o vice. Nunca é tarde lembrar que os únicos gestores que terminaram os mandatos sem rompimento com os vices foram: Cleudon Rocha e Rodrigo Damasceno. 

Veja na íntegra

"Tá difícil morar em Tarauacá, nossa cidade tá em completo abandono Ruas intrafegaveis, e esse papo que não deu tempo de Arrumar já não cola mais, daria sim pra fazer algo ,não mais ninguém ver se fazendo nada, me desculpe os amigos e pessoas próximas que tenho no governo, mais temos que ter mais compromisso com nossa cidade e População, quero ver esse lema Avança Tarauacá virar Realidade mais honesta mente não acredito que var avança muito não, vejo muito estrelismo em alguns secretários que parece mais modelos fotográficos, falávamos tanto do Governo passado, e estou vendo alguns companheiros que falavam fazendo as mesmas coisas o filme está sendo repetido somente mudou os protagonistas.... ( Sic)."

Não precisa dizer mais nada, né? Quem vive em Tarauacá sabe que a situação está um pouco pior. 


Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora


Mâncio Lima: Índios Poyanawa celebram a conquista de água tratada na aldeia



Os índios Poyanawa, de Mâncio Lima, celebraram no sábado, 22, com o governador Tião Viana ( PT) e o diretor-presidente do Depasa, Edvaldo Magalhães, a conquista de uma mini estação de água na aldeia. Vivem na Aldeia 135 famílias, totalizando 987 habitantes.



O Programa Água Para Todos foi criado no governo da ex-presidente presidente Dilma Rousseff ( PT). Tem como objetivo proporcionar o consumo de água potável (tratada) nas comunidades rurais e povoados. 

Foram investidos R$ 196 mil para garantir a água de qualidade aos indígenas. 

O diretor- presidente do Depasa, Evaldo Magalhães, ressalta que essa é uma conquista ímpar na vida dos Poyanawa. O gestor enfatiza ainda que outras comunidades rurais serão beneficiadas.

Por Leandro Matthaus

Foto: assessoria

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 88 milhões neste sábado


Com o prêmio total, é possível receber quase R$ 530 mil mensais em rendimentos. Apostas podem ser feitas até as 19h; valor mínimo é de R$ 3,50.




Por G1, São Paulo


Mega-Sena pode pagar R$ 88 milhões neste sábado (Foto: Heloise Hamada/G1)

O sorteio 1.923 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 88 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desge sábado (22), no município de São Fidélis (RJ).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio, o ganhador poderá comprar sete iates de luxo. Se quiser investir na poupança, receberá mensalmente quase R$ 530 mil em rendimentos.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.


Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

TARAUACÁ: FESTIVAL DE MUSICA GOSPEL DE TARAUACÁ SERÁ REALIZADO DIA 27 DE MAIO


Raimundo Accioly, Portal Tarauacá


Em reunião realizada na tarde da última quinte feira (20), no Galpão de Cultura, a Coordenação da Terceira Edição do Festival Gospel, debateu e definiu as datas das próximas fases do evento.

Confira as datas:

Dia 25 de abril , terça feira) – Segunda eliminatória que vai definir os 10 finalistas. (19h/Nova Era FM).
Dia 26 de abril, quarta feira – Entrega das musicas que serão interpretadas pelos 10 intérpretes na grande final.
01 de maio – Inicio dos ensaios.
Dia 27 de maio – A grande final no Cube do Sinteac.

O Festival de Música Gospel de Tarauacá é um evento exclusivo de arte e destina-se aos artistas cantores e cantoras das diversas igrejas, intérpretes da música cristã e pretende buscar a união de todos em prol do cumprimento da missão da igreja através da arte, criando oportunidades para os talentos da música evangélica local. Busca também incentivar a arte da música e promover integração dos artistas e membros de diferentes igrejas.

A promoção é da Rádio Comunitária Nova Era FM.

Câmara de Cruzeiro do Sul faz primeira sessão itinerante da história

ARCHIBALDO ANTUNES , ac24horas.com


Pela primeira vez desde que foi criada, em 1964, a Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul realiza, nesta quinta-feira, 20, às 19 horas, uma sessão itinerante. O local escolhido foi uma praça na Vila Santa Luzia, a 42 quilômetros do perímetro urbano da cidade.

“Nosso principal objetivo é aproximar o parlamento municipal da população cruzeirense”, afirma o presidente da Câmara, vereador Romário Tavares (PMDB). “E esse trabalho não para. Vamos visitar ao longo desta legislatura as comunidades mais distantes”.

Com cerca de 15 mil habitantes, a Vila Santa Luzia tem enfrentado problemas na saúde, segurança pública e telefonia. Os moradores também se queixam das condições dos ramais.

Segundo Romário, a proposta das sessões itinerantes é ouvir o clamor das comunidades e levar, através de uma comissão formada por parlamentares e moradores, suas reivindicações ao prefeito Ilderlei Cordeiro (PMDB), ao governador Sebastião Viana (PT) e aos órgãos da administração pública federal.

Para a sessão desta quinta, os parlamentares esperavam a presença de representantes de associações e de sindicatos rurais. Além, é claro, da população em geral.