domingo, 15 de outubro de 2017

"Jasone é a salvação de Tarauacá", escreve Rosaldo Aguiar ( o Dr. Baba).


O médico Rosaldo Aguiar ( Dr. Baba) usou sua página na rede social Facebook para clamar o retorno do ex-prefeito Dr. Jasone Ferreira ( PT) ao comando da prefeitura de Tarauacá. Jasone que também é médico, governou à cidade de 1997 a 2004. 

O petista é considerado na visão de muitos eleitores como o melhor gestor de Tarauacá. Seu carisma como médico e sua forma de administrar no primeiro mandato conquistou o coração do eleitor do município mais politizado do Estado.

No segundo mandato, Jasone em decorrência do seu afastamento da prefeitura para tratamento de saúde, muitos dos seus aliados cometeram desvios de recursos, levando inclusive a cassação de um vereador, além disso, muitos dos envolvidos respondem por crime de improbidade administrativa, na qual o ex-gestor está no rol, apesar de não ter feito parte dos ilícitos. 

Dr. Baba que já foi candidato a vice-prefeito de Tarauacá elogiou a gestão do colega de profissão e defendeu o retorno dele para a cadeira mais cobiçada da terra do abacaxi dizendo que será salvação de Tarauacá.

Veja a íntegra

Por Rosaldo Aguiar ( Dr. Babá) 


A SALVAÇÃO DE TARAUACÁ

É ele mesmo, JASONE FERREIRA DA SILVA, médico, pai de família, prefeito por 2 mandatos, amigo, respeitador, fiél aos seus aliados, por tudo que está acontecendo em Tarauacá, por péssimas administrações passadas, Tarauacá teve muitos avanços, porém esta cidade sempre foi politizada, quantos deputados, prefeitos, senadores, governadores e até presidentes da república se elegeram com a ingenuidades desse povo que tanto lutam por seus ideais, hoje Tarauacá é notícias de todos os lados, ninguém nunca falam das coisas boas que a cidade tem, só enfatizam as coisas ruins, vejo que Dr. Jasone, é o único prefeito que passou por Tarauacá que renunciou seu próprio salário de Gestor Municipal, e não deixou de atender a população na sua função de médico, tive a oportunidade de trabalhar em sua gestão, como médico, e todos meus colegas médicos, tivemos todo tratamento e respeito por parte dele, nós trabalhamos com liberdade e autonomia, Jasone continua sendo na minha opinião, a salvação de Tarauacá como sempre foi como médico. (SIC).

#JASONE

#PREFEITO

#EU

#APOIO

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Senador petista diz que bancada vai votar pela manutenção do afastamento de Aécio

Humberto Costa (PT-PE) divulgou vídeo em que diz ter 'certeza' de que os 9 senadores do PT no Senado irão se posicionar contra o tucano. Em setembro, PT divulgou nota criticando decisão do STF.

Por Gustavo Garcia, G1, Brasília

O líder da minoria no Senado, Humberto Costa (PT-PE), divulgou um vídeo nesta sexta-feira (13) nas redes sociais em que afirma que a bancada do PT na Casa – formada por nove parlamentares – vai votar pela manutenção do afastamento de Aécio Neves (PSDB-MG) do Congresso Nacional.

Está prevista para a próxima terça-feira (17) a votação, no plenário do Senado, da decisão da Primeira Turma do STF que afastou Aécio Neves do mandato e impôs ao tucano recolhimento domiciliar noturno.

“No entendimento da nossa bancada, eu tenho certeza de que a bancada do PT vai votar 'sim'. Nós vamos votar pela aceitação da recomendação do Supremo Tribunal Federal. Ou seja, nós vamos votar pelo afastamento de Aécio Neves das suas atividades como senador temporariamente”, enfatizou Humberto Costa na gravação.

O parlamentar petista também comentou o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) da última quarta-feira (11), que definiu que afastamento de parlamentares depende do aval do Congresso.

Para Humberto Costa, a decisão da Corte foi “correta” e preservou a autonomia entre os Poderes.

JORDÃO: Botija de gás de 13 kg poderá custar acima de R$ 110



Os consumidores jordanenses pagarão em uma carga de gás o equivalente a 11.7% do salário mínimo vigente no País. O preço está sujeito a aumentos (Foto: Reprodução/ Google)

O gás de cozinha está em falta nos dois pontos de revenda autorizada do município de Jordão, interior do Acre. A informação foi confirmada pelo radialista Mauro Brito, que também é consumidor e está aguardando a chegada do produto.

"Há oito dias que um barco saiu de Tarauacá e ainda não chegou em nossa cidade. A previsão, segundo informações do comércio é de que a unidade será comercializada ao preço de R$ 110", confirmou.

De Tarauacá, município vizinho, embarcações seguem viagem com destino à terra da banana, transportando as botijas de 13 kg. No período de verão amazônico, os niveis dos rios baixam e os transportadores encontram maiores dificuldades no trajeto.

Ainda segundo Brito, se o nível do rio baixar os comerciantes precisarão enviar outras embarcações para garantir a chegada do gás até o município e, dessa maneira, os preços estão sujeitos a subir além do previsto.

Kezio Araújo, Blog Fala Jordão.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

A arte saiu do muro

A linda paisagem feita por grafiteiro no Condomínio Ipê, aonde residem o casal de comunista Edvaldo Magalhães e Perpétua Almeida, ambos ex-deputados estadual e federal, respectivamente, saiu do muro e ganhou espaço nas telas para serem compradas para presentes.

A pintura com personagens históricos do Acre e o líder comunista Che Guevara , encomendas pelo casal gerou uma disputa na justiça, após os demais moradores determinarem em reunião que a pintura deveria ser apagada. Magalhães e Perpétua recorreram a justiça e o juíz determinou a manutenção da mesma.

A revolta dos moradores e adeptos de políticos de extrema direita por causa da imagem de Che Guevara.

Por Leandro Matthaus

Blog Tarauacá Agora

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Cleudo Rocha, ex-prefeito de Tarauacá: padrinho de 72 ex-pagãos

  1. Cleudo Rocha, ex-prefeito de Tarauacá: padrinho de 72 ex-pagãos.

O ex-prefeito de Tarauacá, Cleudo Rocha, tem 57 anos de idade e, acredite, 72 afilhados. Isso mesmo. Ele é compadre de 72 casais, quase todos em seu município. “Tem alguns compadres em Feijó e em Rio Branco, mas são poucos”, diz. Todos os afilhados foram batizados na igreja da Paróquia de São José. Compadre Cleudo não anda cem metros numa rua de seu município sem que alguém lhe tome a benção. Coisa saudável do interior. “Já teve vezes que eu nem me lembrava que era padrinho do cara”, conta, irônico. É que alguns desses afilhados já são vovôs.

Cleudo Rocha é filho de um também ex-prefeito de Tarauacá, o município mais político abaixo da linha do Equador, que se localiza a 408 km de Rio Branco. O pai dele era o professor e delegado de polícia Tupanir Gaudêncio, que administrou a cidade entre 1966 a 1971. Ainda é muito lembrado por duas razões: foi o primeiro a sair da Câmara de vereadores para ser prefeito – só o filho Cleudo também viveu a mesma história; e por ter morrido naquele acidente de avião ocorrido em 1971 em Sena Madureira, no qual morreu também o então bispo da prelazia Acre/Purus, Dom Giocondo Maria Grotti. No mesmo vôo estava também o irmão mais velho do Cleudo, o Cleiber.

Com o pai e o irmão mais velho mortos, Cleudo Rocha passou a ser o único homem da casa, porque dos seis irmãos, quatro eram meninas. Junto com sua mãe, dona Teresinha Rocha, viúva aos 36 anos, ele passou a administrar a fazenda do pai, às margens do rio Tarauacá. “Um dia um professor me perguntou o que eu queria ser quando crescesse e eu respondi na lata: prefeito. Quero ser prefeito de Tarauacá”, conta Cleudo Rocha ao Blog. Dito e feito. Foi primeiro vereador, entre 1988 a 1992. Depois foi prefeito. Como seu pai.Atualmente, Cleudo Rocha é uma relíquia política, com muito prestígio ainda. Ajudou na campanha do ano passado candidata Marilete Vitorino (PSD), no final eleita. Com a bagagem política acumulada, Cleudo ajuda nos arranjos políticos para dar governabilidade à administração de Marilete. Tudo sempre com muito bom humor, como um bom compadre do interior do Acre. Ele é o presidente do partido da prefeita, o PSD do senador Sérgio Petecão. De certo mesmo é que ninguém morre pagão na efervescente Tarauacá.


Blog do Evandro Cordeiro

Jordão: Turiano Filho e Ronalda Saraiva ingressam no PCdoB


O PCdoB de Jordão recebeu mais duas filiações de peso. O ex-candidato a prefeito Turiano Farias Filho, que por duas vezes disputou a prefeitura do município pelo PSDB, e a ex-vereadora Ronalda Saraiva, fundadora do PT no município. Época em que ser de esquerda na cidade era motivo para ser perseguido. 

Turiano Farias Filho é primo do atual gestor do município, Élson Farias, e filho do ex-prefeito Turiano. A ficha de filiação do ex-tucano foi abonada pelos dirigentes do comitê estadual, Jenilson Leite- deputado e vice-presidente, e Moisés Diniz -deputado federal. 

Ronalda Saraiva é fundadora do PT , e foi eleita para o parlamento na segunda legislatura do município, de 1997 a 2000. A relação da ex-parlamentar com a sua ex-sigla entrou em desgaste quando ela foi preterida para o cargo de secretária de saúde este ano. 

A filiação de duas lideranças importante do município, fortalece ainda mais o PCdoB de Jordão, que buscará em 2020 o terceiro mandato de prefeito na cidade. 

Por Leandro Matthaus

Blog Tarauacá Agora

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Marcelo Guerreiro: Jovem, humilde e vencedor


Marcelo Silva "Marcelo Guerreiro" de apenas 18 anos de idade, já carrega na bagagem uma história vitoriosa. Junte-se as vitórias a humildade do jovem. 

Mesmo com todas as conquistas no cartel de lutador, nosso guerreiro tarauacaense continua simples e aumentado a coleção de amizades. É uma espécie de "Show Men" aonde passa. Pousa para as fotos nas ruas e no octógono. 

Marcelo é faixa azul em jiu-jitsu e luta outras modalidades de luta. 














Foto: arquivo pessoal do Marcelo Guerreiro




Jorge Viana clama por educação como prioridade nacional

Em sessão em homenagem aos professores, senador defende mudança no ensino. “Temos que mudar o modelo que o Brasil adotou para a educação, fazer com que ele se reencontre consigo mesmo e possa seguir em frente”, diz

O senador Jorge Viana (PT-AC) defendeu nesta segunda-feira, 9 de outubro, em sessão solene em homenagem ao Dia do Professor, uma mudança radical na política educacional brasileira, sob pena de o país não avançar na construção de uma sociedade mais justa. “O país precisa disso, porque a nossa sociedade está se embrutecendo, está lidando com a intolerância, com o ódio, com sentimentos perigosos”, discursou, na tribuna do Senado.

Viana defendeu que a educação se torne prioridade na agenda política brasileira. “Temos que mudar o modelo que o Brasil adotou para a educação, fazer com que ele se reencontre consigo mesmo e possa seguir em frente, com data, dia e período marcado de nos livrar desta pecha de sermos um país que não tem a educação como prioridade”, disse. 

Ele lembrou que, ao assumir o governo do Acre, no final dos anos 90, o estado enfrentava dificuldades no sistema público de ensino. “Havia 2 mil professores leigos no Acre – um estado com 700 mil habitantes. Todos os professores do Acre ganhavam menos de um salário mínimo – que era de R$120 naquela época – e tinham complementação salarial”, comentou. “Nós implantamos um piso, criamos um plano de cargos e salários, estabelecemos um currículo, mudamos a lógica de direção de escola”.

“E eu botei outra coisa na cabeça: o prédio público mais bonito, mais organizado, mais acolhedor da cidade, tem que ser a escola, para todo mundo admirar, todo mundo querer entrar, da cor ao ambiente do banheiro, da sala e de tudo”, ressaltou. “Nós conseguimos fazer isso, para ser atrativo, para dar vontade de ir. E o governador Tião Viana agora está começando a implantar escola de tempo integral para nossos jovens”.

Viana ressaltou que o Acre, na época, tinha os piores índices de ensino do país. Por isso, foi preciso promover convênios com a universidade federal para estabelecer uma nova relação com o magistério. “Os 2 mil professores leigos nunca tinham feito um curso, nunca tinham feito uma faculdade”, apontou. “O que eu fiz? Em vez de criar uma faculdade estadual, chamei a universidade federal, tive muita dificuldade para isso, e fizemos convênios, que, somados, deram R$ 70 milhões naquela época. Levamos a Universidade Federal do Acre para os 22 municípios do Acre”.

“Estou contando esses episódios, porque precisamos olhar um pouco, fazer a leitura dessa página para poder virá-la, essa página de um país que é tão bacana, tão bonito, mas que, nesses tempos atuais, está piorando muito”, lamentou Jorge Viana. “A violência contra as professoras e os professores no Brasil é chocante: 40% dos professores em São Paulo, Estado mais rico, dizem que já foram vítimas de alguma violência”.

O parlamentar agradeceu aos trabalho dos professores e professoras do Brasil. “Quero cumprimentar todos, especialmente do meu Estado – com todo o respeito aos demais –, que são heróis, trabalhando nos mais distantes lugares, nos ajudando a fazer com que a educação do Acre deixasse de ser uma referência negativa e passasse a ser uma referência positiva para o nosso Brasil”, concluiu.

Araão Prado/ Assessoria 

Tarauacá: PCdoB realiza a 15ª conferência municipal


Foto: Jardy Lopes

Por Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora

Dezenas de militantes e simpatizantes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) de Tarauacá lotaram o plenário da Câmara de vereadores, no domingo (08), para celebrar a decima quinta edição da conferência da legenda, no município. A cada dois anos à direção do partido promovem o encontro, na qual são debatidas as diretrizes e encaminhamentos que norteiam a luta dos comunistas no cenário municipal, estadual e, bem como no âmbito nacional. 

Além de Tarauacá, os outros 21 municípios do Estado estão realizando o encontro que ocorre a cada biênio, desde os dias 06,07 e 08 de outubro. As lideranças do partido que compõem o comitê estadual se dividem nas regiões durante as conferencias, de acordo com suas bases políticas. 

Em Tarauacá, o evento contou com a presença do vice-presidente do comitê estadual e representante da sigla na ALEAC, Jenilson Leite, e do deputado federal Moisés Diniz. Ambos os parlamentares foram indicados pela cúpula partidária para compor a vaga de vice na chapa da FPA de 2018. 

Segundo o TRE-AC, dos partidos com registro no Órgão do município, o PCdoB de tem o maior número de eleitores filiados, mais de dois mil, sendo que isso representa 40% do eleitorado da cidade com alguma filiação das siglas regularizada. Além disso, os comunistas são dono da maior bancada no parlamento com três vereadores, e ocupam a presidência do Poder Legislativo Local. 

Para o deputado Jenilson Leite, natural da cidade, a conferência é um momento de fortalecer as ideias partidárias. “Estes encontros que ocorrem a cada biênio são de fundamental importância para fortalecer o partido, porque nas conferencias nós fazemos a avaliação dos trabalhos que foram propostos, além disso, também delegamos as metas a serem atingidas nos próximos dois anos”, pondera o parlamentar.

A presidência municipal do partido está sob a responsabilidade do ex-vice-prefeito e ex-vereador por três mandatos, Chagas Batista. 

Jenilson Leite e Chagas Batista também participaram da conferência da legenda em Jordão, município vizinho a Tarauacá. 









Tarauacá: Marcelo Guerreiro é bi-campeão de jiu-jitsu em Cruzeiro do Sul


Pelo segundo ano consecutivo , o tarauacaense Marcelo Silva "Guerreiro" é campeão  de jiu-jitsu em solo cruzeirense. Na noite de domingo (08), no ginásio Jader Machado, aonde  ele já tinha consagrado seu nome no universo das artes marciais, o lutador venceu novamente a copa Alan Campelo de Jiu-jitsu. 

Guerreiro é faixa azul em jiu-jitsu, sendo aluno do professor tarauacaense Herbert, da academia Samurai Gold Team.  

Ele disputou na categoria 70 quilos, porque na sua categoria de até 60 quilos não havia postulante. O tarauacaense topou o desafio e mais uma vez  subiu ao topo máximo do pódio. 
A copa Alan Campelo reúne lutadores dos municípios de: Tarauacá, Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves. O sorteio para vê que enfrenta quem é feio minutos antes do início das lutas. 

Marcelo já disputou o campeonato mundial de jiu-jitsu em São Paulo, este ano, tendo chegado até as quartas de finais da competição. 

Para custear as viagens, Guerreiro recebe o apoio do Naldo do Ó, proprietário do Hotel Novo Horizonte em Tarauacá. 

Por Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora

Jenilson Leite: o médico de origem indígena que virou deputado e continua amando o interior

Nascido no seringal Mucuripi, no alto do Rio Muru, distante há 5 dias de viagem de Tarauacá, e origem indígena, Jenilson Leite conhece de perto as dificuldades de quem não tem acesso a direitos, leis escritas ou remédios que curem as mazelas de suas doenças adquiridas graças a má alimentação e falta de oportunidades de quem vive em meio ao isolamento.

Jenilson Leite durante visita ao interior, onde realiza atendimentos médicos/Foto: Assessoria

Aos 39 anos, o médico infectologista Jenilson Leite está há 3 anos como deputado estadual e já coleciona mais de 127 viagens ao interior durante suas atividades parlamentares, incluindo uma que durou 6 dias que fez em julho, durante o recesso parlamentar, onde percorreu seringais localizados no alto do Rio Muru, localidade onde nasceu, e outras colocações.


“NÃO SOU DEPUTADO, ESTOU DEPUTADO, O QUE SOU MESMO É MÉDICO NASCIDO NO INTERIOR E QUE AMA E CONHECE O ACRE”, DIZ AO RESUMIR SUAS ATIVIDADES EXTRAMUROS DA ALEAC.

Simples, de poucas palavras, essa foi a primeira entrevista que Jenilson Leite concedeu à imprensa falando de suas origens e do trabalho social que desenvolve em paralelo com suas atividades parlamentares.

“Ele até concede entrevista numa boa, mas não gosta muito de falar do trabalho que faz ajudando os outros, ele é reservado nesse sentido, realmente não faz por finalidade eleitoreira”, avisa um dos assessores antes da entrevista no gabinete do parlamentar localizado no segundo andar da Aleac.

De atendimento médico realizados em Porto Acre durante a 5° edição do Saúde Itinerante na Vila do V ao mutirão de atendimentos realizado no Jordão, Jenilson preenche os raros momentos vazios na agenda realizando atendimento clínicos a quem não possui recursos financeiros para pagar ou condições de chegar até uma unidade de atendimento.

“As vezes o posto de saúde mais próximo pode estar há dias de viagem feita em barcos ou estrada. Se estou no interior, em uma aldeia ou nas cabeceiras de um rio, e alguém precisa de um atendimento é claro que eu faço, é parte do meu juramento como médico e nessas oportunidades a gente sempre aproveita para poder ajudar as pessoas no que é possivel”, diz de forma modesta minimizando os atendimentos gratuitos que presta durante suas viagens ao interior, onde aproveita para colher subsídios para o seu desempenho parlamentar.

Nem mesmo por amar sua profissão de médico e sentir-se vocacinado para ela, Jenilson Leite relega o papel que ocupa atualmente como parlamentar. De acordo com relatórios internos de produtividade da Aleac, o deputado comunista é um dos mais atuantes da atual legislatura, seja em trabalhos nas comissões ou no plenário da casa e isso sem deixar de cumprir suas agendas externas onde realiza o trabalho itinerante.
Jenilson conversa com moradora/Foto: Jardy Lopes

“O trabalho do deputado não é só sobre criar leis, precisamos saber para quem estamos criando as leis e dar demonstrações que o nosso dever deve sobrepassar o que está no papel, no regimento interno, não é porque estou deputado que vou restringir meu trabalho apenas aqui ao prédio da Assembleia, criando projetos de leis que muitas vezes nem são aplicáveis e que acabam nem chegando até a população. A gente tem que entender as dificuldades que as pessoas vivem, se abraçar com os problemas e com as pessoas que os vivem e tentar intermediar, achar um caminho mais curto para os solucionar” diz.

Consciente de que ações individuais não resolvem problemas de larga escala, Jenilson diz que é confortante saber que uma pequena ação poderá aliviar dores grandes de pessoas que na maioria das vezes são praticamente invisíveis para o Estado.

“A gente percebe que as vezes dentro do sistema público, que por mais que o governo se esforçe, ainda falta atendimento em algumas regiões e eu tento fazer o que está ao meu alcance, sei que não dá para atender todos, mas para quem chegar atendimento, mesmo que seja um número inexpressivo diante das estatísticas, vou saber que terei feito a diferença na vida daquela pessoa”, diz.

Mesmo minimizando o efeito de suas ações individuais, Jenilson não atende uma pessoa aqui e outra acolá, ele atende dezenas como foi o caso do atendimento realizado no Jordão.

“Ajudo como posso, hora fazendo com que o ensumo chegue aos municípios isolados, hora me colocando a disposição para poder ajudar como profissional, exemplo, estávamos com um problema agora para que os pacientes com hepatite no Jordão fossem atendidos por um infectologistas, daí eu fiz um pedido a Secretaria de Saúde e eles colocaram todos os profissionais do corpo técnico para ir atender e eu mesmo fui como infectologista. Lá no Jordão nós atendemos mais de 60 pacientes que se eles tivessem que seguir a rotina do sistema público que era sair do Jordão e vir ser atendido em Rio Branco, só de passagem iriam gastar mais de R$ 80 mil e foi algo que foi economizado. Fui voluntariamente, até mesmo porque como deputado eu não posso ter outra renumeração para além da que exerço atualmente. Tenho feito isso não só no Jordão, mas também em outros municípios, as vezes vou no Pronto Socorro e atendo quem encontro. É minha missão como filho pobre de Tarauacá que teve a sorte de ter a formação de médico. Quero cooperar, ajudar”, diz.
Foto: Jardy Lopes

Apegado a causas sociais, Jenilson Leite aprendeu cedo os valores da luta política e aprendeu também a valorizar suas conquistas.

“Como vim de escolas mais simples eu não tive condição de passar no vestibular aqui, mas agarrei a oportunidade quando ganhei a bolsa para estudar em Cuba. Eu, um menino que chegou à cidade, Tarauacá, aos 7 anos de idade quando fui ser alfabetizado, foi um sonho me formar em medicina. Fui aos 25 anos e agarrei aquela oportunidade com todas as minhas forças, realmente eu fui para estudar e só fiz isso, foram 6 anos de dedicação exclusiva, estudando de manhã, de tarde e de noite”, diz.

Antes da formação em medicina, Jenilson Leite ganhou da lida da vida a formação na militância política e social.

“Com 9, 10 anos eu já acompanhava os movimentos sociais, ia na companhia do meu tio Chagas Batista (ex-prefeito de Tarauacá pelo PCdoB). Eu acompanhei o nascimento dos movimentos sindicais, o direito pela posse da terra, onde havia muita tensão, depois, aos 11 anos passei a fazer parte do movimento de jovem da igreja católica, logo após fui fazer parte da União da Juventude Socialista (UJS) e daí eu já estava dentro da política e a política dentro de mim”, resume.

Gina Menezes, do site Folha do Acre

sábado, 7 de outubro de 2017

VEREADOR CARLOS TADEU PEDE SOLUÇÃO PARA A FALTA DE ÁGUA NO MERCADO MUNICIPAL


Na manhã deste sábado, 07, o Presidente da Câmara de Vereadores Carlos Tadeu (PC do B) esteve visitando os moradores ribeirinhos que se encontram em seus barcos aportados na rampa do Rio Tarauacá, nos preparativos para retornarem para suas casas após a grande Festa do Novenário de São Francisco. Na oportunidade, Carlos Tadeu visitou os comerciantes e servidores do Mercado Municipal Domingos do Rêgo Leite onde foi muito bem recebido e os mesmos relataram que há cinco dias o Mercado Municipal está sem água para os serviços dos servidores, produtores, comerciantes e usuários. 



Pensando nisso, o parlamentar já preparou um Pedido de Providência que será enviado ao Executivo Municipal, pedindo que a Prefeitura providencie soluções em relação à constante falta de água do Mercado Municipal de Tarauacá.


“Pude conversar com os comerciantes e eles reclamam que muitas vezes não consegue limpar as carnes, verduras, pela falta de água. O Mercado recebe mais de 200 pessoas por dia e elas ficam impedidas de usar o banheiro devido a essa situação”, descreveu Tadeu. 

O vereador solicitou a Prefeita que entre em contato com a secretaria responsável para solucionar o problema.





Os comerciantes pedem solução ainda, para a situação dos boxes do Mercado Municipal onde tem boxes que estão servindo de depósito para guardar mercadorias e mais de 8 meses fechados, sendo que, tem muitas comerciantes que precisam e buscam uma vaga para fazer suas vendas e sustentar suas famílias.


Assessoria da Câmara

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Cruzeiro do Sul: PCdoB realiza a 14ª conferência municipal



O PCdoB realizou nesta sexta-feira (06) a 14ª conferência municipal da sigla no município de Cruzeiro do Sul, cidade a 700 quilômetros da capital (Rio Branco). 

O evento foi realizado no Cine Romeu, contando com a presença do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Edvaldo Magalhães- membro do comitê estadual e central do Partido Comunista do Brasil. 

Em Cruzeiro do Sul, os comunistas são dirigidos pelo sindicalista e professor Edvaldo Gomes ( Pacheco). 

A mensagem da conferência ficou a cargo do líder Edvaldo Magalhães, que defendeu as conquistas do governo Lula e da Frente Popular do Acre. 

Edvaldo que além de deputado,já foi secretário de Estado e Indústria do Acre, e na atualidade ocupa o cargo de diretor-presidente do DEPASA- órgão que tem transformado as cidades isolados do Acre num lugar melhor para se viver. 

Para o líder comunista, uma eleição sem Lula não é democracia. 

Um dos encaminhamentos tirados na conferência, mensagem que será também defendida nos demais 21 município do Acre, que é eleger no mínimo dois deputados estaduais e Perpétua Almeida à Câmara Federal. 


No final do evento, Magalhães abonou a ficha de filiações de várias que ingressaram nos quadros do partido.


Por Leandro Matthaus
Blog Tarauacá Agora