segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Jordão: Marcelo Mendonça pode surpreender candidatos que concorrem a reeleição

 Numa chapa que têm Guedes Oliveira, Zé Cariolanda e Chico Sereno, o jovem Marcelo Mendonça ( PP) tem chance de desbancar um dos três,  e chegar a casa do povo.
Marcelo é de família tradicional de Jordão, mais precisamente do seringal Jaminauá.
Dentre seus apoiadores está o ex-petista Pedro Freire, que em 2004 fez o então desconhecido   Mathias lograr êxito nas urnas.

Outro fator que contribui  para o Marcelo ser protagonista nesta eleição é o apoio  da irmandade da União do Vegetal. O Progressista conta com o apoio de cerca de oitenta  por cento da irmandade.

Por Leandro Matthaus

domingo, 25 de setembro de 2016

Eduardo Cunha dirá em livro que impeachment foi golpe


POR GUILHERME AMADO, Coluna do Lauro Jardim


Marcelo Camargo | Agência Brasil

Ressentido e com a faca nos dentes,Eduardo Cunha bancará no livro que promete lançar em dezembro que o impeachment de Dilma Rousseff foi um "golpe parlamentar".

Antes que os petistas se animem por ter encontrado um companheiro para gritar contra o "golpe", um alerta: o notório deputado cassado sustentará que foi exatamente o que aconteceu com Fernando Collor, em 1992 — um "golpe parlamentar", mas com o apoio incondicional do PT.

Neste livro, o objetivo é fustigar o governo Temer. Interlocutores de Cunha relatam que o ex-deputado está dividindo o jogo entre "eu" e "eles".

A propósito, Cunha não vai escrever um, mas dois livros. O segundo, que ele pretende lançar no início de 2017, já tem até nome, "Delação não premiada". Nesse, promete contar tudo sobre os seus desafetos e proteger sua turma.

A interlocutores diz que já separou sua agenda de compromissos dos últimos anos e afiou sua (boa) memória para contar histórias pouco republicanas, dando o nome aos bois.

Nem é preciso dizer que os 67 deputados (a soma dos que votaram contra a sua cassação mais os que abstiveram e os que não tiveram a coragem de pisar na Câmara para votar) que ficaram com ele até o fim contarão com largos lapsos de sua memória para ações heterodoxas de que tenham participado.

Cunha recebeu "nãos" de várias editoras com quem quis negociar. Com três, contudo, foram iniciadas conversas — Planeta, Geração e Matrix.

Só que um ponto emperra o fechamento de qualquer contrato, por enquanto. Cunha, que nunca pôde ser acusado de pensar pequeno, pede um adiantamento de estratosféricos R$ 1 milhão de reais e mais 20% sobre cada livro vendido.

Qual o problema? Tal adiantamento está completamente fora da realidade do mercado editorial brasileiro. Mais: o percentual sobre o preço de capa varia entre 10% e 15%. O que Cunha pede neste quesito nem J. K. Rowling, autora de Harry Potter, recebe.

Desconfiado, Eduardo Cunha não conta aos editores com quem negocia que bombas explodirá nos dois livros.

Mostra apenas uma vaga apresentação de quatro páginas do que pretende fazer. Há também um problema adicional para a publicação desse segundo volume: se Cunha for em cana, dificilmente o livro sairá.

A razão é óbvia. Se for preso, é improvável que não faça uma delação premiada. E não há chance de uma delação ser compatível com um livro de revelações, ao menos neste primeiro momento.

sábado, 24 de setembro de 2016

Para você que quer fazer uma viagem no réveillon, Venha para o COCAL SELVA PARK HOTEL.


ALÔ TARAUACAENSES! ( Leandro Matthaus recomendo). 


EXCURSÃO PARA RÉVEILLON NA SELVA 2016 EM CACOAL SELVA PARK HOTEL.


Depois de Surpreender no Baile do Havaí... Agora vem ai o Réveillon na Selva em CACOAL SELVA PARK HOTEL. 🍾🕊🍾🕊🍾🕊

Um ano inteiro para Comemorar e uma noite para ficar na história 💫

Venha vivenciar a mais mágica virada 🌟🌟🌟

VENDAS DE PACOTES
ATENDIMENTO AO CLIENTE.
68- 99947-91-68 KIM.



Dos seis concorrentes ao executivo jordanense, apenas dois têm nível superior.

A disputa pela prefeitura da cidade de Jordão têm três chapas. O que significa dizer que, seis candidatos estão na disputa, pois a chapa é composta por prefeito e vice. 

Dos seis concorrentes, apenas dois têm nível superior. O candidato a prefeito Esperidião Júnior (PMDB) é formado em História, e o candidato a vice-prefeito Ademir Figueiredo (PT), na chapa de Élson Farias (PCdoB), é formado em Matemática, ambos pela Universidade Federal do Acre.

Os candidatos a prefeito Élson Farias e Turiano Filho (PSDB) concluíram o ensino médio. Eloy Kaxinawá (PR) candidato a vice-prefeito na chapa de Esperidião também concluiu o ensino médio. Já Francisco Guimarães “O Chicão”, candidato a vice-prefeito na chapa do PSDB, tem apenas o ensino fundamental incompleto. Ou seja, 33,3% tem uma formação no ensino superior.

O município de Jordão tem uma população de 7.509 habitantes segundo o IBGE. Deste total, 4.724 são eleitores, e cerca de 40% da população jordanense é indígena. 

Jordão ganhou o status de Município no dia 28 de abril de 1992, através da Lei 1.034, criada pelo ex-governador Edmundo Pinto (PDS). 

Candidatos a vereadores com nível superior 

Neste ano disputam uma das nove vagas na Câmara municipal de vereadores de Jordão 50 candidatos, segundo o TSE. Dos cinquenta postulantes ao cargo de legislador, 7 possuem escolaridade com nível superior. O que representa 14% do número de concorrente. 

Os partidos PMDB e PT não tem candidato com escolaridade de nível superior. O PP e PSDB tem um cada; o PCdoB dois; e o PDT três. 

Por Leandro Matthaus

Blog Tarauacá Agora 





Futsal: Com 4 gols de Marquinhos Correia, Rivera vence o Big Bran, de Czs, por 6 a 3 no primeiro jogo da final do acreano

TARAUACÁ: RIVERA VENCE BIG BRAN NO PRIMEIRO JOGO DA FINAL DO ACREANO DE FUTSAL



No primeiro jogo da final do Campeonato Acreano de Futsal, o Rivera de Tarauacá, jogando em casa diante da sua torcida, venceu o Big Bran de Cruzeiro do Sul pelo placar de 6x3, numa noite iluminada do Jogador Marquinhos Correa, que marcou 4 gols. A segunda partida acontecerá na próxima semana em Cruzeiro do Sul.

Por Accioly Gomes, Blog do Accioly TK

sábado, 17 de setembro de 2016

Academia de Letras retira cadeira de poeta condenado por pedofilia no AC

No semiaberto desde 2014, Antônio Manoel recebeu pena de 34 anos. Essa é a 1ª vez que um membro perde a cadeira, diz presidente da AAL.

Por Yuri Marcel
Do G1 AC


A Academia Acreana de Letras (AAL) retirou a cadeira do poeta e escritor Antônio Manoel Camelo Rodrigues 14 anos após ele ser preso por pedofilia. Segundo a presidente da AAL, doutora Luísa Lessa, essa é a primeira vez desde a fundação da entidade, em 1937, que um membro é retirado dos quadros.

“A Academia toda está constrangida e sofrida com todo esse processo de ter que desligar uma pessoa por um crime hediondo”, disse a presidente ao G1. Rodrigues não foi localizado até a publicação desta reportagem.

Antônio Manoel ocupava a cadeira de número 29 da Academia, cujo patrono é o juiz e escritor cearense José Lopes de Aguiar. A decisão de retirá-lo dos quadros da entidade foi tomada em assembleia geral no dia 19 de agosto, mas a decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado apenas no dia 14 de setembro. O poeta recebeu então um prazo de 30 dias para devolver quaisquer diplomas ou medalhas que tenha recebido da instituição.

“O objetivo da Academia é resguardar a língua materna e a literatura de expressão portuguesa e também respeitar os preceitos morais e éticos da vida em sociedade. A pessoa em questão foi condenada pela Justiça por crimes hediondos e nosso estatuto preconiza que um imortal não pode ter um comportamento que agridam a instituição e a sociedade”, explica a presidente.

Novo membro deve ser eleito
O próximo imortal a ocupar a cadeira de número 29 deve ser conhecido até o final de 2016. Segundo Luísa, as inscrições estão abertas até o final de setembro. Depois disso, a presidente terá 60 dias para formar uma convocar as eleições. Os 39 imortais que votam para escolher o novo membro. A professora salienta ainda que o nome de Antônio Manoel deve ser retirado dos registros da entidade.

“Ele não terá sucessores por ter sido retirado da lista do conselho de imortalidade. A pessoa que vier a ocupar a cadeira será sucessor daquele que o antecedeu”, enfatiza.
Além da cadeira 29, a cadeira de número 38, que pertencia ao ex-ministro Jarbas Passarinho, morto em junho deste ano, também será ocupada.

Entenda o caso
O poeta e ex-dirigente do PT Antônio Manoel Rodrigues foi preso em 2002, em Rio Branco, e posteriormente condenado a 34 anos de prisão por pedofilia. Rodrigues é acusado de estuprar menores e tirar fotos de crianças nuas.

Em 2014, após cumprir 12 anos de prisão, ele recebeu o benefício para ficar em regime semiaberto. Dessa forma, ele fica solto durante o dia e à noite volta para ser recolhido no presídio.

Cinco prefeitos no AC estão afastados por problemas na Justiça, diz Amac

Gestores são de Acrelândia, Brasileia, Bujari, Plácido de Castro e Santa Rosa. Polícia investiga crimes de desvio de verba e improbidade administrativa.
16/09/2016 

Por Aline Nascimento
Do G1 AC

Prefeitos de Santa Rosa, Rivelino Mota; Plácido de Castro, Roney Firmino foram presos e Raimundo Ramos, do Bujari está sendo procurado (Foto: Arte/G1)

Os prefeitos das cidades acreanas deAcrelândia, Brasileia, Plácido de Castro,Bujari e Santa Rosa do Purus estão afastados de seus respectivos cargos devido problemas na Justiça. A informação foi confirmada pela Associação dos Municípios do Acre (Amac). Os gestores são alvo de investigações por improbidade administrativa, desvio de verba e fraude em licitações públicas.

Durante a segunda fase da 'Operação Labor' da Polícia Federal, que investiga uma organização criminosa acusada de fraudar licitações no estado, os prefeitos Roney Firmino, de Plácido de Castro, Rivelino Mota e Raimundo Ramos, das cidades de Santa Rosa do Purus e Bujari, respectivamente, foram presos e apontados como participantes do esquema.

As investigações afirmam que a fraude desviou R$ 2 milhões dos cofres públicos. Os gestores foram encaminhados ao Instituto de Médico Legal (IML) e permaneciam presos na superintendência da Polícia Federal em Rio Brancoaté a quinta-feira (15).

Das três prefeituras, apenas a da cidade de Santa Rosa ainda não teria sido notificada do afastamento do prefeito. No Bujari, o vice-presidente da Câmara dos Vereadores assumiu o cargo no Bujari e em Plácido de Castro, o vice-prefeito passou a comandar a prefeitura.

Acrelândia
Acusado de improbidade administrativa, o prefeito de Acrelândia, Jonas Dales, foi afastado três vezes de suas funções. A primeira no início de 2015 pela Vara Cível da Comarca local. A decisão proibia ainda que Dales frenquentasse a prefeitura durante a determinação da Justiça.

Em outubro do mesmo ano, Dales foi afastado pela segunda vez pela Justiçaacreana por 60 dias. Em entrevista publicada na época, o prefeito disse que iria recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Já em agosto deste ano, a Justiça determinou que Dales fosse afastado pela terceira vez do cargo, dessa vez por 150 dias, também por improbidade administrativa. O gestor negou as acusações ao G1 e afirmou ter a documentação necessária para provar que não praticou nenhuma irregularidade. Dos três afastamentos, a Amac registrou apenas dois.

Brasileia
Já em Brasileia, a Polícia Federal afastou o prefeito Everaldo Gomes e quatro secretários municipais em cumprimento à 'Operação Metástase', em julho deste ano. Os servidores são acusados de corrupção ativa e passiva, organização criminosa, lavagem de capitais e falsidade ideológica.

Durante um ano e meio, a polícia e o Ministério Público do Acre (MP-AC) investigaram os servidores e descobriram que os desvios de verbas iniciaram na saúde e, posteriormente, se estenderam para outras áreas. Todos os casos seguem sob investigação.

PS: Após o PT chegar ao poder deu liberdade para PF e MP exercerem suas funções sem intervenção dos governantes petistas. 

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Agean Oliveira “o Caki” é o primeiro cadeirante candidato a vereador em Tarauacá

foto: Accioly Gomes

O pleito de 2016 em Tarauacá ficará marcado na história política da cidade pelos acontecimentos inéditos. O primeiro, a candidatura de duas mulheres ao cargo de prefeita; o segundo, a candidatura de um cadeirante a um cargo eletivo durante os mais de cem anos de emancipação política de Tarauacá. 

Agean da Silva Oliveira, 33 anos, é o primeiro cadeirante a disputar uma das onze vagas do legislativo na terra do abacaxi. Agean é conhecido na cidade pelo pseudônimo de Caki. O postulante ao cargo de edil é filiado ao PHS- partido humanista da solidariedade. 

Agean não nasceu com deficiência. O que lhe levou a cadeira de roda foi um acidente. Ele contou que em 2004 estava fazendo um trabalho na sua propriedade rural na BR-364, montado num cavalo quando sofreu o acidente que lhe deixou paralitico. “Eu tinha uma propriedade rural na BR-364, criava gado, certo dia estava puxando um boi montado no cavalo numa ladeira. É o que lembro. Não sei ao certo como foi o acidente”. 

O cadeirante conta que viajou para vários lugares do país em busca de conseguir reverter a situação, contudo, não obteve êxito. “Viajei para vários lugares do país em busca de reverter a paralisia das minhas pernas. Mas a minha ficha caiu definitivamente lá no hospital do Maranhão, quando o médico me disse que o quadro era irreversível”. 

Blog Tarauacá Agora: Depois de dez anos já superou o trauma? 

Agean “Caki”: Não. As pessoas me ver sempre sorrindo, mas não sabem o vazio que tem dentro de mim. 

Blog Tarauacá Agora: O que te levou a entrar na política? 

Agean "Caki": Depois do acidente eu trabalha como sacoleiro, e depois montei uma banca para vender bombom. Lá na banca, eu e meus amigos que também são cadeirantes falávamos muito da falta de políticas públicas para os deficientes. Mesmo tendo leis que nos amparem, na prática não funciona. 

Diante de todas essas dificuldades resolvi pôr meu nome para a apreciação dos eleitores tarauacaenses. 

Blog Tarauacá Agora: Caso seja eleito o que fará para mudar essa realidade? 

Agean “Caki”: Meu slogan é “na luta pela inclusão social justa”. Ou seja, que todos os deficientes possam ter acessos as políticas públicas. Eu sei que não vou resolver todos os problemas, porém, tenho convicção que sendo eleito vou lutar por essas melhorias, pois não tem ninguém que fale por nós. 

Agean sobrevivi com o dinheiro da aposentadoria por invalidez, é pai de uma menina, e tem o ensino médio completo. 


Independentemente do resultado nas urnas, Agean já é um vencedor por ter tido a coragem de acreditar que é possível fazer alguma coisa, mesmo que, suas condições físicas lhe imponha  limites. 

Por Leandro Matthaus/ leandro23333@gmail.com

Blog Tarauacá Agora 

Fotos: Accioly Gomes 


segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Assis Brasil: Foi Protocolado na 6ª zona eleitoral pedido de cassação de Zum por usar prédio público para interesses eleitorais.

Assis Brasil: Foi Protocolado na 6ª zona eleitoral pedido de cassação de Zum por usar prédio público para interesses eleitorais.

Por Alemão Monteiro 


O candidato a prefeito Zun, que é apoiado pelo atual prefeito de Assis Brasil Betinho, pode ter sua candidatura impugnada igual já ocorreu em em 2008 nas eleições municipais onde teve todos os seus votos anulados pela Justiça Eleitoral por ser réu em vários processos judiciais no Tribunal de Contas da União (TCU).


Desta vez, uma Ação Judicial protocolada no último dia 06, no Cartório Eleitoral da 6º Zona que compreende os municípios de Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri justifica que o candidato é servidor público federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e reside há muitos anos em uma residência que pertence a União. Assim sendo, o postulante ao cargo de prefeito usufrui de um bem público, mesmo em período eleitoral, local onde recebe apoiadores, eleitores e realiza diversas atividades referentes a sua candidatura.


                          Foto Aéria da casa, onde Zum mora em Assis Brasil

A ação acrescenta ainda que “a utilização indevida se torna mais injustificável diante do fato de que o candidato a prefeito em questão é proprietário de uma casa no centro da cidade de Assis Brasil, que se encontra alugada em acordos com Betinho pela Prefeitura Municipal, para funcionamento da Secretaria de Saúde”. 

A acusação enfatiza que, “apesar do afastamento formal para concorrer ao pleito eleitoral de 2016, o candidato a prefeito pela Coligação “Juntos Podemos Mais”, permanece se valendo de sua condição de servidor público, uma vez que manteve sua residência no imóvel pertencente ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, configurando abuso de pode político, com o uso indevido de bem público, prejudicando a normalidade e a legalidade”.

                  Foto da casa onde Zum mora em Assis Brasil

 Ação Judicial pede liminarmente o julgamento pela procedência do pedido de cassação do registro de candidatura do candidato Antônio Barbosa de Souza e o envio dos autos ao Ministério Público Federal para as ações cabíveis.




O candidato a prefeito de Assis Brasil, Antônio Barbosa de Souza, conhecido popularmente como Zum já foi prefeito em Assis Brasil e ficou impedido de concorrer a cargo público por muitos anos.

O candidato teve sua gestão de prefeito marcada pelo atraso de até seis meses de salários dos servidores municipais.

Este ano concorre com apoio do atual prefeito Betinho, PSDB, cuja gestão é marcada pelo descaso e que também tem deixado os servidores provisórios com até seis meses de salários atrasados.              

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

TARAUACÁ: PROFESSOR CRIA 'TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO'

Professor Edson Menezes

O Professor Edson Menezes, economista formado pela UFAC em 2014, está se transformando em um ícone da economia. Depois de nove anos de estudos e pesquisas a respeito da pobreza e da desigualdade social no Brasil, chega à conclusão de seu trabalho cientifico para reduzir a mesma. 


Professor Edson, baiano, radicato em Tarauacá há muitos anos, é o criador da TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO, fundamentado nos estudos da Adam Smith, Karl Marx, Lavoisier e da Teoria do consumidor. Ele acaba de registrar 


Sua tese baias-se em quatro pilares básicos da economia que são:


1 - A margem de sacrifício igual ou superior 50% da renda do individuo; 


2 - O investimento no domínio de todas as etapas possíveis de uma cadeia produtiva;


3 - O cruzamento entre cadeias produtivas diferentes que se completam;


4 - A reprodução de novos ciclos de investimentos a partir dos excedentes econômicos dentro de períodos pré – estabelecidos;


Estes são os indicadores que deram forma à TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO, que está divulgada para conhecimento de todos. 

"Como são sabedores todos os meus colegas da faculdade de economia e de muitos amigos a minha incansável busca pelas pesquisas e estudos que me levassem a formalizar a TEORIA DO ENRIQUECIMENTO ACELERADO para diminuir a desigualdade social. Agora, depois longos nove anos consegui. O professor Claudio Doutor em economia e professor da Ufac me disse que eu levaria 30 anos para elaborar essa teoria e provar na prática e eu lhe respondi, na oportunidade, com a grande frase celebre do economista Kannys: Em economia a longo prazo estamos todos mortos, ou seja, em economia tem que ser logo" , disse Edson



Sabendo que seja muito complexo o entendimento da teoria para as pessoas leigas no assunto, o professor já está preparando um material didático com slides, para palestras que serão ministradas por ele para um melhor entendimento a respeito da teoria. 


"Alguém pode esta se perguntando. Por quê o professor não esta rico? Calma gente. A teoria acabou de ser elaborada. Agora passaremos para os testes práticos para provar a sua eficácia", finalizou.


Por Blog do Accioly Tk

Coreia do Norte confirma que realizou novo teste nuclear

Teste coincide com celebrações do 68º aniversário do regime comunista. Ação viola determinações do Conselho de Segurança da ONU.

Do G1, em São Paulo

A televisão estatal da Coreia do Norteanunciou a realização de um teste nuclear bem-sucedido nesta sexta-feira (9), que coincide com as celebrações do 68º aniversário do regime comunista de 1948. Esse é o quinto teste feito pelo país, segundo a BBC e a CNN.

A detonação atômica foi realizada "com sucesso", disse a apresentadora Ri Chun-hee, responsável por relatar os grandes anúncios do regime, em uma breve transmissão especial da TV estatal "KCTV".

“Nossos cientistas conduziram uma detonação de uma ogiva nuclear em teste no norte do país. O partido enviou uma mensagem de felicitações para a realização do teste bem-sucedido”, informou ainda a televisão estatal.

O teste nuclear foi realizado na base de Punggye-ri, no nordeste do país, o mesmo lugar onde a Coreia do Norte detonou bombas atômicas em 2006, 2009, 2013 e em janeiro deste ano.

Sob o comando do ditador Kim Jong Un, de 32 anos, a Coreia do Norte acelerou o desenvolvimento de seu programa nuclear e de mísseis apesar de sanções da ONU, que foram endurecidas em março e isolaram ainda mais o país, segundo a Reuters.

O novo teste atômico é uma "medida de resposta aos EUA e a nossos inimigos que nos sancionaram, negando nosso status de orgulhosa potência nuclear e criticando nossas ações baseadas no direito à autodefesa", expressou a locutora. "Vamos continuar reforçando nossas capacidades para impulsionar nossa força nuclear", concluiu.

No teste nuclear de janeiro, a Coreia do Norte assegurou ter usado uma bomba de hidrogênio, algo que os especialistas puseram em dúvida, enquanto na detonação de hoje a televisão estatal do país comunista não fez alusão ao tipo de explosivo.

Hora antes, a Coreia do Sul confirmou que o terremoto de magnitude 5,3 causado de forma artificial na Coreia do Norte corresponde ao quinto teste nuclear do regime vizinho, e afirmou que a explosão foi mais potente que em vezes anteriores.

“Avaliamos que a Coreia do Norte realizou seu maior teste nuclear até o momento, já que teria alcançado os 10 quilotons, segundo nossas primeiras estimativas”, disse um porta-voz do Ministério da Defesa de Seul.

As Forças Armadas sul-coreanas criaram uma equipe inicial de medidas de resposta e neste momento analisam o ar em diversas áreas na busca de restos de radioatividade para conhecer mais detalhes, segundo o porta-voz.

A Presidência do país emitiu um comunicado no qual também confirmou que a Coreia do Norte realizou seu quinto teste nuclear.

Repercussão
A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) considerou o teste "umaflagrante violação de várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU".

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que as provocações terão "consequências sérias". Ele foi informado do novo teste nuclear enquanto voltava do Laos para os Estados Unidos a bordo do avião presidencial Air Force One.

A presidente sul-coreana, Park Geun-hye, também condenou o teste e considerou que o ato é um "desafio contra a comunidade internacional”, segundo o comunicado.

Park, que neste momento visita o Laos, adiantou que a Coreia do Sul buscará junto com outros países impor sanções "muito mais fortes" contra a Coreia do Norte e recorrer a todos os meios possíveis para obrigá-la a renunciar ao desenvolvimento de armas nucleares.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que "o teste nuclear norte-coreano "é absolutamente inaceitável". Tóquio "apresenta um sério protesto contra a Coreia do Norte e condena (este teste) da forma mais enérgica". Abe declarou ainda que o programa nuclear de Pyongyang "se transformou em uma séria ameaça à paz e à segurança da comunidade internacional".

A China também vai protestar formalmente contra o teste nuclear, segundo a Associated Press. O embaixador de Pyongyang em Pequim será chamado para prestar esclarecimentos.

Tremor
O Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) confirmou que um tremor de magnitude 5,3 abalou a região de Pyunggye-ri, onde a Coreia do Norte realiza suas provas atômicas, por volta de 0h30 GMT de sexta-feira (21h30 Brasília de quinta, 8). "Trata-se de fato de uma explosão" e ocorreu na superfície, "mas não podemos determinar de que tipo é", informou o organismo. "Foi situada na zona onde a Coreia do Norte realizou testes nucleares no passado".

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Dilma vai subir em palanques no Rio, Porto Alegre e Salvador

Agora ex-presidente, Dilma Rousseff deve apoiar candidatos a prefeito de PT e PCdoB, além de reforçar o discurso de 'golpe' contra o impeachment.

Por Felipe Frazão, Veja

Dilma Rousseff deixa o Palácio da Alvorada em Brasília após impeachment - 06/09/2016 (Wilson Dias/Agência Brasil)

Embora tenha deixado o Palácio do Planalto com popularidade baixíssima (só 13% de aprovação no Datafolha), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) vai participar das eleições municipais neste ano. Conforme assessores, Dilma já se dispôs a se engajar nas campanhas de apoiadores em ao menos três capitais: Rio de Janeiro, Porto Alegre e Salvador.

Não é por acaso. Por trás da estratégia petista está um teste de adesão para uma futura candidatura de Dilma a cargos parlamentares em 2018, tendo como base alguma dessas cidades. A brecha é fruto da decisão do Senado de não inabilitar a presidente para exercer seus direitos políticos e ocupar funções públicas. Parlamentares questionaram no Supremo o abrandamento da pena.

Dilma pretende dividir suas atividades fora da Presidência entre Rio e Porto Alegre. Atualmente ela vota em Porto Alegre, onde fez carreira política e para onde levou sua mudança. Na capital gaúcha, deve subir no palanque de Raul Pont, candidato do PT. Mas a ex-presidente decidiu fixar residência em Ipanema, no Rio, onde terá mais visibilidade. O Rio é a capital em que ela possui mais aceitação no Sudeste. Ela apoiará a deputada Jandira Feghali (PCdoB), cujo vice, Edson Santos, é do PT.

Em Salvador, a candidata do PCdoB, deputada Alice Portugal, é uma estridente defensora de Dilma e já chegou a anunciar um compromisso com a presidente nesta sexta-feira. A atividade, no entanto, foi adiada para a próxima semana, com dia ainda a definir. “A ideia é ela vir a Salvador para apoiar a nossa campanha, fazer um comício e uma caminhada tradicional dos progressistas e sindicalistas no Campo Grande, centro de Salvador. Além de ela emprestar o apoio a nossa campanha, faríamos um ato de solidariedade em relação ao ocorrido [impeachment]”, disse a VEJA Vicente Neto, um dos coordenadores da campanha do PCdoB. A vice na chapa de Alice é Maria del Carmen (PT).

Terceiro maior colégio eleitoral do país, a cidade hoje é administrada pelo prefeito ACM Neto, estrela no DEM, mas sempre votou majoritariamente em Dilma e no PT nas campanhas presidenciais – e o Estado é governado pelos petistas há dez anos. Na última pesquisa do Ibope sobre o governo Temer, Salvador foi a capital do país que pior avaliou o peemedebista: 53% consideram o governo Temer ruim ou péssimo.

Escudeiro de Dilma, o ex-ministro Miguel Rossetto (Trabalho e Previdência) afirmou nesta terça-feira que a petista também vai gravar participações em programas de TV para o horário eleitoral nos próximos dias.

A direção do PT em João Pessoa (PB) quer que Dilma inclua uma passagem na cidade para apoiar o candidato Professor Charliton, mas a viagem ainda não entrou no roteiro da ex-presidente.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Os ratos tomaram a República

A democracia brasileira teve sua mais traumática morte na quarta-feira 31 de agosto de 2016. Os ratos tiraram do poder Dilma Rousseff (PT) sem cometer crime algum. A prova é tanto que lhe tomaram a faixa presidencial, mas permitiram que  ela permaneça com os direitos políticos. 

Foi #Golpe #TemerGolpista